A seguir, ?veja como os testes de diagnóstico fornecem, aos pacientes portadores de CPNPC e aos seus médicos, informa??es sobre o perfil molecular do tumor, a probabilidade de resposta à terapia medicamentosa e as op??es terapêuticas mais apropriadas.

?

Diagnóstico inicial

Amostras de tecido do paciente s?o primeiramente examinadas no laboratório de patologia para se verificar a presen?a de células tumorais. Se forem encontradas irregularidades de forma ou estrutura das células, ser?o necessários mais testes.

?

Diagnóstico específico do cancer

A Roche desenvolveu diversos testes de imuno-histoquímica e hibridiza??o in situ que determinam, de modo confiável, o tipo e o subtipo do tumor de pulm?o presente.

?

Prognóstico

Em seguida, o patologista caracteriza o tumor com base em diferencia??o celular e outros critérios. No momento, a Roche está desenvolvendo diversos biomarcadores moleculares que permitir?o aos médicos prever a evolu??o do cancer com o máximo possível de acuracidade.

?

Testes

Diversos genes foram identificados como determinantes de crescimento do tumor no cancer de pulm?o de n?o pequenas células (CPNPC). Os testes da Roche ajudam os médicos a entenderem os mecanismos que determinam o crescimento tumoral e, assim, a selecionar os medicamentos com maior chance de eficácia para um paciente específico.

?

Tratamento

Vários medicamentos antineoplásicos da Roche desempenham um papel crucial no tratamento do cancer de pulm?o. E a empresa está desenvolvendo, atualmente, outros medicamentos inovadores para vias específicas do tumor, visando oferecer aos pacientes terapias-alvo. Além disso, a Roche Diagnóstica desenvolve testes que podem permitir aos médicos diagnosticar, estratificar e monitorizar as respostas à terapia medicamentosa.

A estratégia de Medicina Personalizada da Roche permite identificar pacientes com cancer de pulm?o detentores de uma muta??o genética específica, para os quais o tratamento precoce com uma terapia-alvo agrega mais benefícios.